sábado, 27 de fevereiro de 2010

União de um coração


Quando tu tens vontade de sorrir eu tenho vontade de chorar.

Quando tu queres ficar eu quero fugir, fugir e nunca mais voltar.

Mas eu não posso, não quero e não vou fugir, porque eu sou forte e é preciso muito para me fazer desistir.

Por vezes sinto que tudo se está a destruir e que o nosso mundo está a ruir, mas não, ele não vai cair.

Sempre que ele parece estar a desistir nós juntamos forças e de novo o vamos construir.

As nossas forças designam-se por amor e paixão e o nosso mundo é um único coração que quando se quer separar nós o voltamos a juntar.

2 comentários:

  1. poesia que dança
    dentro de ti
    como uma flor que nunca cansa
    como um sorriso de criança :)

    ResponderEliminar