quarta-feira, 24 de fevereiro de 2010

Sonhos que vão por terra


Natureza, é ela que nos permite viver, é ela que nos faz morrer...

Quando achamos que temos o mundo na palma das nossas mãos vem e ela e destrói os nossos impérios, deita os nossos sonhos por terra. Vem e mostra quem manda, mostra que nós não temos poder algum, que não controlamos nada, que estamos á sua mercê.

Quando nos falam em reciclar, preservar, e proteger a floresta o que é que se pensa? "Lá vêm estes ecologistas com a mania da verdura." Esse é o verde que nos sustenta, é por ele que a espécie aumenta, mas qualquer dia rebenta. Ela não aguenta, não é feita de ferro, é frágil e sabemos, mas na ignorância crescemos.

Haiti, Madeira... são vagos exemplos da força que a nossa "Mãe" pode ter, homenagem aos que acabaram por morrer e força para os que conseguiram sobreviver. A vida continua e são estes avisos que ela nos dá para nos calar e mostrar que a ela ninguém pode controlar.

Sem comentários:

Enviar um comentário